Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

"Sinisdestra": 9

"Sinisdestra" é um livro de contos interligados por um tema comum a todos.
Você encontra as partes anteriores nas postagens antecedentes.
9.
O primeiro chegou adiantado, ainda faltavam quarenta e cinco minutos para o encontro, mas em sua posição de liderança, precisava ter certeza de que tudo ocorreria com discrição e segurança. Pediu ao garçom que o instalasse em uma mesa com seis lugares. Como havia poucas pessoas almoçando naquele momento, pôde optar por uma localização ao lado da janela, próxima ao piano de cauda e dos toaletes. Sentou-se de frente para a porta que dava acesso ao ambiente principal, atento a cada movimento vindo da sala de espera e da cozinha. O atendente veio anotar o seu pedido, que se restringia a uma garrafa de água mineral e o jornal do dia. Foi surpreendido com uma notícia da primeira página. Sua testa gotejou e as mãos ficaram suarentas. O corpo do Albuquerque havia sido encontrado em seu apartamento. A informação revelava que havia sinais de violênc…

"Sinisdestra": 8

"Sinisdestra" é um livro de contos interligados por um tema comum a todos.
Você encontra as partes anteriores nas postagens antecedentes.

8.
            No início da tarde, Valdir abriu a porta do apartamento surpreendendo Rogério que não esperava vê-lo tão cedo. O pequeno Francisco largou a caneta, deixou a mesa de jantar e correu de braços abertos em direção ao recém chegado.
            Papai Valdir, que bom que você veio mais cedo para casa, comemorava a criança.
            É, meu filho, hoje o papai chegou mais cedo, falou Valdir tentando esconder a frustração que sentia.
            O papai Rogério estava me ajudando com os exercícios de matemática, contou Francisco.
            Percebendo o desânimo de seu marido, Rogério foi recebê-lo. Enquanto tirava o terno, afrouxava a gravata e desabotoava o cinto, Valdir não teve outra alternativa a não ser contar a má notícia. Havia perdido o emprego. Seu chefe na seguradora disse que a empresa precisava se adaptar aos novos tempos, …

"Sinisdestra": 7

"Sinisdestra" é um livro de contos interligados por um tema comum a todos.
Você encontra as partes anteriores nas postagens antecedentes.


7.
            Além dos costumeiros objetos, a cozinha do apartamento duplex – uma cobertura com duas suítes, escritório e um quarto para hóspedes – tinha outra figura inanimada a compor a sua paisagem. Tal como a batedeira, o liquidificador, o fogão, o forno de micro-ondas, o refrigerador, a cafeteira, Jussara permanecia inerte, em pé, com os braços cruzados e com os olhos mirando a porta que dava entrada àquele recinto. Vestindo o seu uniforme de trabalho, que consistia de uma calça preta de abrigo que lhe dava maior possibilidade de realizar movimentos como os de abaixar e de levantar, uma camiseta verde-musgo sob um avental cinzento, e luvas de borracha amareladas, a mulher ainda sentia o cheiro da água sanitária com que limpou o piso da cozinha no dia anterior, depois que uma das crianças derrubou o prato de sopa de letrinhas durante o a…

Nove rodadas

Mais uma mesa se esvaziava no bar. O garçom, tão logo recolheu o pagamento da conta, tratou de limpar a mesa, retirar copos, pratos, guardanapos e condimentos que compunham a imagem do abandono. Outro funcionário se aproximou com uma vassoura e fez a limpeza no espaço livre. As cadeiras viradas foram colocadas sobre a mesa, o que pareceu, para Silvério, uma coroa da rainha da Pérsia.
            Como é a coroa da rainha da Pérsia, quis saber Barbosa. Onde você viu isso?
            Palito não disse nada que os outros pudessem entender. Irra, iurra, airã, foi o mais próximo que conseguiram apreender do que falou o outro. Ele era o que estava mais tonto dos três após a sétima rodada de cerveja no bar. Mas, vocês não sabem nada mesmo, tentando consertar a confusa fala anterior.
            Quem é a rainha da Pérsia, Barbosa se dirigia diretamente para Silvério.
            Eu vi num livro de História, tentava explicar. A coroa parecia essa mesa com cadeiras de perna para cima.
   …

"Sinisdestra": 6

"Sinisdestra" é um livro de contos interligados por um tema comum a todos.
Você encontra as partes anteriores nas postagens antecedentes.


6.
A viúva recebia as condolências de amigos e admiradores do marido na sala própria para a realização do velório no cemitério municipal. Vaidosa e elegante, aquela era a primeira ocasião em que muitos dos habitantes da cidade a viam sem qualquer maquiagem, nem mesmo um risco de batom a lhe enfeitar os lábios. Sua vestimenta era preta conforme a tradição, um vestido longo que lhe cobria as canelas, tão diferente dos que estavam esquecidos em seu guarda-roupa, aqueles coloridos que lhe deixavam os joelhos e parte das coxas à mostra. Enfim, Valquíria poderia enterrar o marido. Ela sofreu tanto quanto ele nos últimos quatro meses, contudo a diferença era que ela herdara uma vida destroçada, enquanto ele encontrara na morte o cessar do padecimento por sua bravura heroica.
É preciso ser forte nesta hora, dizia uma senhora. Agora, ele encontrou o de…

A maldita felicidade

Sentado no desconfortável banco de metal do ponto de ônibus, Felício levantou a cabeça e contemplou o grande plátano sesquicentenário erguido na calçada oposta daquela avenida de médio fluxo no principiar da manhã. O vento frio daquele primeiro dia de outono parecia prenunciar o rigor de um inverno que se esperava fosse o mais severo da década. Com as faces geladas, Felício retirou do bolso do casaco um lenço de papel e limpou o nariz que começava a escorrer. Vagaroso em seus pensamentos, percebeu que uma folha do alto do plátano se desprendeu após uma rajada de vento. Sua expressão triste e conformada foi acompanhando a bamboleante trajetória descendente da folha. A qualquer outro observador, tal acontecimento não teria ocupado mais do que poucos segundos, porém, Felício o registrava com morosa percepção, captando cada instante da queda num quadro de cores e formas. O contraste do céu cinzento, o tom avermelhado da copa da árvore, o edifício residencial um pouco rubro e um pouco marr…