LiteromaQuia ::: textos de Pablo Antunes é o blog que reúne alguns dos meus textos, principalmente narrativas breves e poemas.

Acompanhe LiteromaQuia também no Facebook

+

+
Acompanhe a fanpage do livro "De Pernas Abertas" no Facebook

+

+
Acompanhe a fanpage do livro "Contos Perigosos" no Facebook

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

A prostituta que beija com paixão

























































Pré-venda do livro "Contos Perigosos"

O meu novo livro, Contos Perigosos, já pode ser adquirido em pré-venda no site da Editora Multifoco. Siga o link:
http://editoramultifoco.com.br/loja/produto/contos-perigosos/


Lançamento e sessão de autógrafos no dia 21 de fevereiro às 16 horas no Empório Canela (Rua Felisberto Soares, 258, Canela/RS).




sábado, 24 de janeiro de 2015

Lançamento do livro "Contos Perigosos"

O quê? Lançamento do livro "Contos Perigosos" de Pablo Antunes
Quando? Sábado, 21 de fevereiro às 16 horas
Onde? Empório Canela (Rua Felisberto Soares, 258, Canela/RS)




quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Charlie Parker, jazz, Julio Cortázar, Clint Eastwood

Nesta sexta-feira, 23/01 às 19h30, como parte das atividades do Clube do Livro de Canela, apresentarei uma sessão comentada do filme “Bird” do diretor Clint Eastwood no Magnólia (Rua Dona Carlinda, 255, Canela/RS).

Confiram o release:

O psicólogo, escritor e aficionado por jazz Pablo Antunes comenta o filme, a vida de Charlie Parker, a evolução do jazz e suas relações com o conto “O perseguidor” de Julio Cortázar.

A vida do inovador saxofonista Charlie Parker foi curta, mas deixou marcas indeléveis na posteridade. Após se tornar um dos pilares do jazz moderno, foi imitado e reverenciado por um sem número de músicos, intelectuais e artistas que buscam compreender como um indivíduo desajustado e mergulhado em vícios foi capaz de transformar a música do século XX.

No filme “Bird” (1988), o diretor Clint Eastwood explora a vida de Charlie Parker mesclada a elementos alegóricos para criar uma cinebiografia de uma lenda que podia voar com seu saxofone.

No conto “O perseguidor”, que integra a antologia “A autoestrada do sul e outras histórias” de Julio Cortázar (L&PM Pocket, 2013), obra a ser debatida no Clube do Livro de Canela em janeiro, o escritor argentino baseia o seu personagem Johnny Carter em Charlie Parker, um perseguidor incapaz de abandonar a sua autodestruidora busca por algo inalcançável aos meros mortais.  

O encontro do Clube do Livro de Canela ocorrerá na quinta-feira, 29/01, às 19h30 no Espaço Nydia Guimarães (Rua Danton Corrêa da Silva, 746, Canela/RS).