Pular para o conteúdo principal

Postagens

"Derrubada dos Muros e Outros Poemas" à venda na Amazon

Está à venda na Amazon o primeiro e-book de poesia de Pablo Antunes: "Derrubada dos Muros e Outros Poemas"https://www.amazon.com.br/dp/B074KRJQVG Por apenas R$ 9,90 para celulares, tablets, Kindles e computadores. "Com os passos leves com que piso a calçada, com o mirar por sobre o pensar, vejo o muro verde que corta o céu anilado com suas nuvens fugazes. São araucárias imponentes, delgadas gigantes que vestem chapéus requintados, a bloquear minha vista curiosa, forçando a minha imaginação a adivinhar o que há do outro lado de lá. Em um mundo com tantos limites, bosques, rochedos, florestas, montanhas, são esses os únicos muros que deveriam existir."
Postagens recentes

Lançamento de "Derrubada dos Muros e Outros Poemas"

https://www.amazon.com.br/dp/B074KRJQVG
Caros amigos e leitores,
está em pré-venda o meu primeiro e-book de poesia: Derrubada dos Muros e Outros Poemas na Amazon.com.br.

No próximo dia 15/08, Derrubada dos Muros e Outros Poemas chega em formato digital por apenas R$ 9,90. Encomende agora e receba no dia do lançamento.

São quarenta e três poemas entre inéditos e reescritos ao longo dos últimos meses, que abordam temas como: respeito à natureza e às diferenças, tolerância na busca por um mundo melhor e menos desigual, o fazer poético, as contradições humanas, os encontros e desencontros, afetos, amores, reflexões sobre a vida em constante movimento.

Por que lançar digitalmente? Porque quero que esses versos cheguem a vocês em seus celulares, tablets, Kindles e computadores. Quero que esses poemas possam acompanhá-los onde estiverem.

Quem quiser, também poderá encomendar uma edição artística, personalizada e autografada do livro impresso pelo e-mail:pablofnantunes@gmail.com

O e-book Derrubada d…

LiteromaQuia de cara nova

Online desde 2013, resolvi atualizar o visual do blog LiteromaQuia para prepará-lo para a novidade que está para chegar.
Espero que gostem das mudanças e do novo formato.
Em breve, vocês saberão das novidades.
Um abraço, Pablo Antunes.

TerŞarau de 18 de julho

Na terça-feira passada, 18/07, realizamos a edição do TerŞarau que abordou o tema "O Avesso" com apresentação e interpretações do escritor Pablo Antunes e da artista plástica Giovana Vazatta.



Retornando a Canela, no novo endereço do belo Aroma Literário, fomos mais uma vez muito bem recebidos pelos proprietários Edel e Ronaldo, bem como por toda a equipe. Desta vez, o TerŞarau explorou o tema por meio da mitologia, das artes visuais, da História, da psicologia, da filosofia, do bom humor e, é claro, da literatura.

Ficamos muito agradecidos ao público presente que enfrentou o frio de 0ºC no ambiente externo naquela noite para estar conosco.



Os poemas e textos recitados e declamados foram os seguintes:
“O Avesso” de Adolfo Casais Monteiro
“Avesso bíblico” de Mia Couto
“O Avesso” de Rubem Alves
“Aprendizado” de Ferreira Gullar
“Olhar e Sentir” de Júlio Pomar
“Nosso avesso” de Luís Fernando Verissimo
“Poema 351” de Emily Dickinson
“Fagulha” de Ana Cristina Cesar
“A mãe do pintor” de Pablo A…

TerŞarau de 20 de junho

Na terça-feira passada, 20/06, realizamos a edição do TerŞarau que abordou o tema "Medo" com apresentação e interpretações do escritor Pablo Antunes e da artista plástica Giovana Vazatta.



No restaurante-café Josephina, em Gramado/RS, mais uma vez fomos muito bem acolhidos na casa gramadense do TerŞarau, onde o tema foi explorado por meio da mitologia, da sociologia, da psicologia, da História, das artes, entre outros saberes.

Agradecemos a todo o público presente naquela noite de temperatura tão baixa, também muito especial ao redor da aconchegante lareira para prestigiar o evento.

Os poemas e textos recitados e declamados foram os seguintes:
“Congresso Internacional do Medo” de Carlos Drummond de Andrade
“Tenho medo” de Pablo Neruda
“O Temor Combate-se com a Esperança” de Sêneca
“Medo de amar” de Vinicius de Moraes
"amortemor" de Augusto de Campos
“O medo” de Guy de Maupassant
“Murar o Medo” de Mia Couto
“O Poema Pouco Original do Medo” de Alexandre O'Neill
“Cântico VI” d…

Nesta madrugada, Juan nos deixou