Pular para o conteúdo principal

Temer tira a grande imprensa do vermelho

Este texto é a minha mais recente colaboração com o Observatório da Imprensa. Convido-os à leitura.

"Temer tira a grande imprensa do vermelho"
Por Pablo Antunes em 13/10/2016 na edição 923

"Há anos, cientistas políticos alertam que o pior de um presidencialismo de coalizão é a pulverização de favores a líderes políticos de diversos partidos em um troca-troca que envolve ministérios, secretarias e cargos de chefia em estatais em favor de apoio nas casas parlamentares e no aparelhamento do Estado.

A esse tenebroso cenário se soma uma outra coalizão que em nada respeita o direito do cidadão à informação e à liberdade de expressão. Desde que assumiu a presidência da república, interinamente, depois definitivamente, o governo Michel Temer elevou, sem qualquer constrangimento, as verbas publicitárias para a grande mídia oligárquica que produz as manchetes que informam e desinformam a maior parte da população brasileira. Essas empresas são: as Organizações Globo, as editoras Abril e Caras, os grupos Folha/UOL, Estadão e Band".


Leia mais em:
http://observatoriodaimprensa.com.br/imprensa-em-questao/temer-tira-grande-imprensa-do-vermelho/



Comentários

  1. Olá, Pablo! Primeiramente, parabéns! Li o texto no Observatório e vim aqui conferir a publicação original e também o seu blog. Onde você conseguiu essas informações? você as tem fácil? se sim, poderia me mandar por e-mail? Se puder, desde já agradeço (acostadefreitas@gmail.com).
    Abraço, Alexandre

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

"Poligamia" no Clube do Livro de Canela

Mais uma vez quero externar o meu agradecimento a todas as pessoas que compareceram ao encontro promovido pelo Clube do Livro de Canela para debater a minha mais recente publicação, Poligamia Ou O Amor Maior, nesta quinta-feira, 25 de janeiro. Foi ótimo perceber as diferentes leituras realizadas, e a maneira como o texto toca cada um dos leitores.

O livro Poligamia Ou O Amor Maior está disponível em edição impressa e digital.

Para encomendar o seu exemplar autografado diretamente com o autor, envie uma mensagem para o e-mail pablofnantunes@gmail.com ou via facebook.com/literomaquia

A edição digital está à venda em: https://www.amazon.com.br/dp/B075GH8V4X/










Visite a fanpage do livro: facebook.com/poligamiapabloantunes

Debate no Clube do Livro de Canela

Em janeiro, o Clube do Livro de Canela abre a nova temporada com o debate do livro Poligamia Ou O Amor Maior do escritor e psicólogo Pablo Antunes, radicado em Canela há cinco anos.

O encontro se dará na última quinta-feira de janeiro, dia 25 às 19h30, no Aroma Literário (Rua Visconde de Mauá, 641, Centro, Canela/RS).

Todos estão convidados a comparecer e debater, porque, muito mais do que um livro sobre poligamia, esta é uma obra que trata do amor. O livro desconstrói a ideia de que há uma maneira certa de amar, afinal é a partir da vivência de cada que se descobre como encontrar em si e para si o amor maior.

Em formato eletrônico, o livro está disponível em: 
https://www.amazon.com.br/dp/B075GH8V4X

O impresso é encontrado em: 
https://www.amazon.com/dp/1973570572

"O Grande Irmão" vai escolher o seu próximo presidente

Este texto é a minha mais recente colaboração com o Observatório da Imprensa. Convido-os à leitura.

"O Grande Irmão" vai escolher o seu próximo presidente
Por Pablo Antunes em 16/10/2017 na edição 962

"À medida que o tempo passa nos aproximamos do futurístico ano de 1984. Toda a contagem de tempo é uma abstração racional do ser humano para entender a natureza, por isso pouco importa se estamos em 2017, em 5778, em 1438 ou no ano do Galo de Fogo. O que nos interessa neste período histórico é que estamos cada vez mais próximos do controle social antecipado, talvez profetizado, pelo escritor George Orwell em sua famosa obra de ficção científica.

O xadrez político das democracias ganhou uma nova peça que se move com a leveza de uma rainha em meio a peões distraídos. Atuando no caro mercado das campanhas eleitorais desde 2013, a Cambridge Analytica deve chegar com força para operar nas eleições presidenciais brasileiras de 2018. Essa companhia britânica utiliza análise de dados …